Esportes

Várzea sem Fome: Brahma lidera ação para compra de cestas básicas

Projeto visa auxiliar pessoas envolvidas no desenvolvimento do futebol de várzea. Palmeiras, São Paulo e Fred, do Desimpedidos, já fazem parte da iniciativa

Várzea sem Fome: Brahma lidera ação para compra de cestas básicas

O Brasil foi impactado de diferentes formas pela pandemia do novo coronavírus. Uma das atividades que mais foram prejudicadas pela doença foram os times de várzea e as comunidades que eles representa.

Pensando nisso, a Brahma criou o projeto ‘Várzea sem Fome Seleção Brahma’, que visa a arrecadação de fundos para a compra cestas básicas para as pessoas que mais necessitam neste momento.

Nascido da união dos times de várzea de São Paulo, o movimento, agora, ganha outros campos. Parceira dos principais clubes do futebol brasileiro, a marca conta com dois deles para darem sua contribuição para um leilão virtual.

Palmeiras e São Paulo já estão nesse time com a doação de bolas e camisas oficiais autografadas para serem leiloadas. Enquanto isso, Fred, do canal Desimpedidos, também entrou em campo e cedeu uma chuteira.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Ainda formam esse time especial: o atacante Nikão, do Atlético-PR (doou uma chuteira), os zagueiros Pablo, do Bordeaux (camisa), e Samir, da Udinese (camisa), o ex-meia Conca (camisa do Fluminense), o meia Daniel Simões, do Bahia (camisa) e o volante Jonatan Lima, do Lviv (camisa).

Os lances podem ser dados no site oficial da campanha. O movimento terá 15 dias de duração e todo o valor arrecadado será transformado em cestas básicas. Quem preferir ainda pode fazer a doação em dinheiro.

– O projeto surgiu de uma iniciativa em uma comunidade do extremo da Zona Sul de São Paulo, em um lugar de muita vulnerabilidade, e logo cresceu. Essa parceria com Brahma chega para dar mais visibilidade e engrandecer a iniciativa. Queremos expandir ainda mais o projeto e, para isso, esse apoio é fundamental – afirmou Fábio Santos, diretor geral do Várzea Sem Fome.

Para incentivar as doações, foi realizada uma primeira edição do projeto com uma live de 24 horas, no dia 8 de maio, com a participação de diretores e presidentes dos times da várzea, repórteres, convidados, grupos de samba e pagode. Foram arrecadadas mais de 20 toneladas de alimentos, que foram distribuídas entre as comunidades participantes.

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?