Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

Por Alan Charlish e Pawel Florkiewicz

VARSÓVIA (Reuters) – A Polônia saudou nesta quarta-feira o compromisso do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de estabelecer o quartel-general do 5º Exército na Polônia como a realização de um sonho antigo que enviará um sinal claro de dissuasão à Rússia.

Biden disse em uma cúpula da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Madri nesta quarta-feira que os EUA aumentarão suas forças e equipamentos em toda a Europa e estabelecerão uma nova base permanente do Exército na Polônia em resposta a possíveis novas ameaças da Rússia após a invasão da Ucrânia.

Desde que a Rússia anexou a região da Crimeia, da Ucrânia, em 2014, a Polônia vê o aumento das tropas da Otan no flanco leste da aliança ocidental como vital para a segurança da Europa Central diante da crescente assertividade russa e há muito busca uma base militar permanente dos EUA em seu território.

“É um sucesso que vem de longas e consistentes negociações sobre este assunto e, ao mesmo tempo, um sinal muito claro de que os americanos pretendem aumentar, não diminuir, sua presença na Polônia”, disse Jakub Kumoch, assessor de política externa do presidente polonês, à Reuters quando perguntado sobre o anúncio de Biden.

“Algo que parecia impossível para muitos está se tornando um fato hoje”, escreveu o vice-chanceler Marcin Przydacz no Twitter. “Temos uma presença PERMANENTE dos EUA na Polônia… É também um sinal claro para Moscou.”

Biden visitou a Polônia em março e disse às tropas dos EUA mobilizadas lá que estavam “no meio de uma luta entre democracias e oligarcas”.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5S0MN-BASEIMAGE