Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

ROMA, 27 JUN (ANSA) – Vários incêndios atingiram nesta segunda-feira (27) diferentes bairros da cidade de Roma, na Itália, e provocaram a evacuação dos moradores das regiões afetadas.   

“É um dia muito difícil e crítico para Roma. Infelizmente, houve vários incêndios cujas causas ainda estão sendo investigadas. A onda de calor excepcional e o vento quente alimentaram os focos em várias áreas”, lamentou o prefeito da capital italiana, Roberto Gualtieri, em comunicado.   

O fogo, agravado por uma intensa onda de calor, afetou principalmente a área de Aurélia, na periferia oeste de Roma, e o bairro de Tor Pagnotta, no sul, onde algumas família precisaram ser evacuadas e escolas foram fechadas de forma preventiva.   

Mais de 200 bombeiros tentam conter os nove incêndios em toda a região do Lazio e cuja fumaça é perceptível no centro histórico da capital. Equipes da Úmbria, Abruzzo, Toscana e Campânia foram acionadas para ajudar os bombeiros da capital.   

Um dos focos do incêndio atingiu um acampamento na Via Aurélia e provocou a explosão de inúmeros botijões de gás, deixando pelo menos 35 pessoas intoxicadas, incluindo quatro policiais.   

O fogo também eclodiu na zona noroeste da cidade, afetando uma área perto do grande parque urbano de Villa Doria Pamphilj.   

Momentos de pânico foram registrados em Casalotti, onde moradores de uma residência saíram à rua devido às chamas que ameaçavam a estrutura.   

As chamas são registradas num dia em que a temperatura atingiu 40ºC e no momento em que a Itália enfrenta uma grave seca, especialmente no norte do país. Hoje, inclusive, a Itália entrou em alerta por conta da onda de calor que atingirá o país ao longo da semana, elevando as temperaturas para mais de 40ºC em algumas cidades. (ANSA)