Mundo

Vacina ‘made in Italy’ contra Covid será testada em humanos

ROMA, 3 AGO (ANSA) – A Empresa Sociossanitária Territorial (ASST) de Monza e a Universidadede Milão-Bicocca estão se preparando, juntamente com outros dois centros de pesquisas, para iniciar testes em humanos de uma candidata a vacina “Made in Italy” contra o novo coronavírus já a partir de setembro.   

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O medicamento é produzido por uma parceria 100% italiana entre a empresa de biotecnologia romana Takis Biotech e a Rottapharm Biotech, com sede em Monza, a poucos quilômetros de Milão, e é baseado em uma técnica inovadora que usa DNA.   

Considerada o primeiro passo para o uso da vacina em larga escala, a fase 1 dos testes em 80 voluntários saudáveis será realizada no Centro de Pesquisa da ASST de Monza, dirigido pela professora Marina Cazzaniga. O número de pessoas será elevado para 200 na chamada fase 2.   

“A Vacina é inovadora porque, ao contrário de outras testadas atualmente, não utiliza um vetor viral, por exemplo, um adenovírus inativado, para a produção de anticorpos, mas consiste em um fragmento de DNA que, uma vez injetado no músculo, estimula uma reação no sistema imunológico que previne a infecção”, explicou Paolo Bonfanti, professor de doenças infecciosas da Universidade de Milão-Bicocca.   

Segundo o pesquisador italiano, “essa plataforma tecnológica também garante a repetição da vacinação se a resposta não for duradoura”.   

A vacina italiana se baseia em uma tecnologia chamada eletroporação, que consiste em um impulso elétrico no músculo para aumentar a permeabilidade das membranas celulares. Ela foi obtida a partir de materiais genéticos correspondentes a diferentes partes da proteína “spike”, que o vírus utiliza para agredir as células e se multiplicar. (ANSA)

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea