Platinum

A união da Jimmy Choo com a Michael Kors

A Jimmy Choo, inconfundível grife britânica de sapatos, tem novo dono: a americana Michael Kors. Criada em 1996 pelo designer Jimmy Choo e pela ex-jornalista da Vogue Tâmara Mellon, a marca ganhou notoriedade ao ter fãs como a princesa Diana e ganhar destaque na série “Sex and The City”. A transação custou US$ 1,3 bilhão e animou a indústria da moda. O negócio é vantajoso para as duas empresas. Michael Kors, grife de luxo mais acessível, se associa a um nome de prestígio, enquanto a Jimmy Choo ganha a possibilidade de acessar novos mercados globais, principalmente na Ásia.

A união da Jimmy Choo com a Michael Kors

Um pulso,duas grifes 


Apple e Hermès uniram forças para aliar tecnologia e elegância. A coleção que é resultado da parceria entre as duas marcas vem com pulseira de couro artesanal da Hermès e mostrador da Apple inspirados nos relógios Clipper, Cape Cod e Espace. O modelo da foto custa US$ 1.250.

Salto para brilhar


A marca de cristais Swarovski, conhecida por parcerias com designers da moda de todo o mundo, se une mais uma vez com a sofisticada Alexandre Birman para agregar brilho e glamour ao resort 2018 da label. A linha especial para festas da Birmain, chamada de Evening Collection, foi desenvolvida com tecidos nobres em modelos confortáveis e sofisticados e com um detalhe especial: aplicação de cristais Swarovski para um acabamento diferenciado em alguns exemplares da coleção. As sandálias da parceria têm duas opções de cores, nude e preto, e ainda é possível escolher três diferentes aplicações de cristais. Os modelos chegam às lojas e no site da marca no próximo mês. O preço da sandália é de R$ 3.600.

Fragância exclusiva 


O Acqua Di Iris é a novidade para o mercado masculino da Ermenegildo Zegna. O perfume tem edição limitada de 115 unidades no Brasil e é vendido exclusivamente nas lojas da marca. O preço do frasco sai por R$ 649.

Luxo selvagem


Focada nos elementos fantásticos da natureza, a Tiffany & Co lança uma coleção de joias com seis temas: Whispers of the Rain Forest, Miracle Berry, The Falls, Leaves of the Sun, Feathered Cloak, Yesterday e Today and Tomorrow. O colar com pavê de diamantes combinado com mais de 350 folhas douradas esculpidas à mão, algumas com diamantes cravejados, foi criado para representar o sussurro da floresta tropical e todo seu movimento delicado. A peça foi utilizada por Jessica Biel na cerimônia do Oscar.

Cadeira Gucci


A italiana Gucci está indo além dos guarda-roupas e pretende conquistar toda a casa de seus fãs. Em setembro, a grife lança a sua primeira linha décor assinada pelo diretor criativo Alessandro Michele. A coleção terá cadeiras, biombos, almofadas, velas, incensos, papéis de parede, bandejas de metal e produtos de porcelana feitos pela Richard Ginori, empresa florentina quadricentenária. Todos os itens terão estampas com desenhos “Gucci Garden”, com florais exagerados, tigres e frases icônicas. Os produtos estarão à venda no site da grife nos Estados Unidos e na Europa e na Bergdorf Goodman, em Nova York.

Novidade no Brasil


A Ralph Lauren Home finalmente chegou ao Brasil. O mix de produtos para casa da marca inclui móveis, tapetes, peças para iluminação, roupas de cama e banho – e agora pode ser encontrado em São Paulo. Entre os itens à venda com exclusividade na loja Celina Dias está este lustre confeccionado com osso natural e cristal antiquado. O preço? R$ 168 mil.

Estrela de cinema


Resgatada dos arquivos da Bottega Veneta, a bolsa The Lauren 1980 foi reintroduzida na coleção comemorativa aos 50 anos da grife. Usada pela atriz Lauren Hutton no filme “Gigolô Americano” (estrelado por Richard Gere), ela chega em uma versão de edição limitada feita em couro de avestruz e finalizada na famosa trama intrecciato. Custa R$ 20.800.