O Dia

Uma super vaia…

A retirada das 40 composições chinesas para um "recall" deixou escancarado um problema antigo dos trilhos cariocas

Nunca é fácil, mas essa semana, em especial, pegar trem no Rio de Janeiro foi de tirar qualquer um do sério. A retirada das 40 composições chinesas para um “recall” deixou escancarado um problema antigo dos trilhos cariocas.

Não se tem um plano B para qualquer tipo de imprevisto nos trens. A retirada dos trens levou a intervalos de até 45 minutos, como foi relatado por passageiros que tentavam embarcar nos ramais Japeri e Santa Cruz.

“A gente aqui fica tentando se ajudar, nem informação chega na hora”, desabafou uma vendedora que tentava entrar em qualquer trem que partisse. As composições teriam apresentado problemas em série detectados nas caixas de tração, a engrenagem que transmite energia do motor para eixo e rodas, que ainda estão em fase de garantia de fábrica.

O Procon já instaurou um ato de investigação preliminar para apurar as consequências da suspensão de circulação dos trens, e inclusive esteve em todas as estações do subúrbio do Rio e Baixada para verificar o atendimento da população, encontrando diversas irregularidades.

Mas é sempre assim, logo algo paliativo é feito, ninguém é cobrado ou fiscalizado e o povo continua no prejuízo…

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Recall de atendimento ninguém faz, né?

3,2,1… É DEDO NA CARA!

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?