Tecnologia & Meio ambiente

Um terço da flora tropical da África está potencialmente ameaçada de extinção

Um terço da flora tropical da África está potencialmente ameaçada de extinção

Gorilas na floresta da República Democrática do Congo, em 30 de setembro de 2019 - AFP

Um terço da flora tropical da África está potencialmente em perigo de extinção, segundo uma estimativa publicada nesta quarta-feira na revista Science Advances.

A referência para saber quais são as espécies ameaçadas é a famosa “lista vermelha” da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). Mas embora essa lista seja relativamente completa para mamíferos e aves, é muito mais deficitária quando se trata de espécies de plantas, das quais menos de 10% são avaliadas.

Fazer um censo delas é um trabalho que consome muito tempo, dado que existem mais de 350.000 espécies de plantas no planeta.

Pesquisadores coordenados pelo botânico Thomas Couvreur, do Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD), da França, evitaram este problema ao realizar uma primeira análise automatizada do estado de mais de 22.000 plantas vasculares tropicais africanas, utilizando os dados reunidos na base Rainbio, da Fundação para a Pesquisa sobre a Biodiversidade, uma instituição francesa.

O resultado é que 32% das espécies, ou quase 7.000, foram classificadas como possivelmente ou potencialmente ameaçadas, segundo dois critérios reconhecidos pela UICN e em relação com a redução recente no tamanho da população ou sua distribuição geográfica.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

As regiões mais vulneráveis são Etiópia, o centro da Tanzânia, o sul da República Democrática do Congo e as florestas da África ocidental.

Este método rápido “é uma forma econômica de iniciar o processo de avaliação da lista vermelha para uma grande quantidade de espécies”, escrevem os pesquisadores.

Mas “as duas abordagens são complementares. Falta realizar um grande esforço internacional para avaliar todas as espécies de plantas na África”, acrescentou Couvreur em um comunicado.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel