Seu bolso

Um novo jeito de recorrer à Justiça

Aplicativo ajuda a fugir da demora, dos altos custos e das dores de cabeça de pequenas divergências judiciais

Um novo jeito de recorrer à Justiça

2430-SEU-BOLSO-INFO
Fonte: Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Ricardo Freitas Silveira, diretor da JusPro e Tae Young Cho, advogada e diretora da Juspro. – CLIQUE PARA AUMENTAR

Para os brasileiros que não conseguem resolver problemas de negociação de dívidas, conflitos familiares ou de consumo e pensam em entrar na Justiça, já existe uma alternativa mais rápida e econômica. Criada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, a primeira Câmara Privada de Mediação e Conciliação, cadastrada no Tribunal de Justiça de São Paulo, tem como objetivo diminuir o número de processos que chega à Justiça e facilitar o caminho de quem precisa ajuda judicial. Por meio de um aplicativo de celular, chamado JusPro, o “reclamante” pode resolver conflitos de forma mais amigável entre as partes. “As pessoas conseguem solucionar suas demandas cíveis e comerciais com segurança e celeridade”, diz Ricardo Freitas Silveira, diretor da JusPro. A expectativa da empresa é atender até o final do ano 50 mil reclamações.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua