O Dia

Um feriadão desses, bicho… Confira o que vai funcionar (ou não) no Rio

Serão mais locais abertos que fechados. Para a CDL, comércio tem que dar seu jeito para sobreviver

Amanhã, dia 15 de novembro, é feriado para comemorar a Proclamação da República. Por esse motivo, os cariocas devem ficar atentos ao funcionamento de toda cidade. São lojas, shoppings, pontos turísticos, transportes, hospitais, bancos, comércio em geral, é importante ficar atento para ver o que abre e o que fecha para não dar de cara na porta, nem ficar mofando esperando condução. Para dar uma mãozinha ao leitor, O DIA fez um levantamento do que abre e o que fecha e os horários diferenciados.

No comércio, por exemplo, as lojas da Saara, no Centro do Rio, não vão abrir e o funcionamento volta somente no sábado, das 9h às 14h. Já o Mercadão de Madureira vai atender das 8h às 12h, podendo estender os serviços dependendo do movimento. Mesmo assim, vale ressaltar que a abertura das lojas de rua é facultativa.

Quem quiser fazer umas comprinhas vai se dar bem. Todas as unidades da rede de Supermercados Guanabara vão funcionar normalmente (8h às 22h). Já o Mundial abre um pouco mais cedo: as 7h30 e vai até 22h. Na Rede Unno, o supermercado Campeão vai operar de 7h às 20h e o SuperPrix de 7h às 21h. A exceção será nas lojas do Prezunic localizadas em: Cidade de Deus, Taquara, Santa Cruz, Caxias Centro e Vilar dos Teles, que vão operar até às 18h.

“Em meio à crise que estamos vivendo, e especialmente a do Rio, que está numa situação difícil, o comércio tem que usar todas as ferramentas disponíveis que tiver”, diz Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio (CDL-Rio).

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

O Dia

Um feriadão desses, bicho… Confira o que vai funcionar (ou não) no Rio

Serão mais locais abertos que fechados. Para a CDL, comércio tem que dar seu jeito para sobreviver

Amanhã, dia 15 de novembro, é feriado para comemorar a Proclamação da República. Por esse motivo, os cariocas devem ficar atentos ao funcionamento de toda cidade. São lojas, shoppings, pontos turísticos, transportes, hospitais, bancos, comércio em geral, é importante ficar atento para ver o que abre e o que fecha para não dar de cara na porta, nem ficar mofando esperando condução. Para dar uma mãozinha ao leitor, O DIA fez um levantamento do que abre e o que fecha e os horários diferenciados.

No comércio, por exemplo, as lojas da Saara, no Centro do Rio, não vão abrir e o funcionamento volta somente no sábado, das 9h às 14h. Já o Mercadão de Madureira vai atender das 8h às 12h, podendo estender os serviços dependendo do movimento. Mesmo assim, vale ressaltar que a abertura das lojas de rua é facultativa.

Quem quiser fazer umas comprinhas vai se dar bem. Todas as unidades da rede de Supermercados Guanabara vão funcionar normalmente (8h às 22h). Já o Mundial abre um pouco mais cedo: as 7h30 e vai até 22h. Na Rede Unno, o supermercado Campeão vai operar de 7h às 20h e o SuperPrix de 7h às 21h. A exceção será nas lojas do Prezunic localizadas em: Cidade de Deus, Taquara, Santa Cruz, Caxias Centro e Vilar dos Teles, que vão operar até às 18h.

“Em meio à crise que estamos vivendo, e especialmente a do Rio, que está numa situação difícil, o comércio tem que usar todas as ferramentas disponíveis que tiver”, diz Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio (CDL-Rio).

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

O Dia

Um feriadão desses, bicho… Confira o que vai funcionar (ou não) no Rio

Serão mais locais abertos que fechados. Para a CDL, comércio tem que dar seu jeito para sobreviver

Amanhã, dia 15 de novembro, é feriado para comemorar a Proclamação da República. Por esse motivo, os cariocas devem ficar atentos ao funcionamento de toda cidade. São lojas, shoppings, pontos turísticos, transportes, hospitais, bancos, comércio em geral, é importante ficar atento para ver o que abre e o que fecha para não dar de cara na porta, nem ficar mofando esperando condução. Para dar uma mãozinha ao leitor, O DIA fez um levantamento do que abre e o que fecha e os horários diferenciados.

No comércio, por exemplo, as lojas da Saara, no Centro do Rio, não vão abrir e o funcionamento volta somente no sábado, das 9h às 14h. Já o Mercadão de Madureira vai atender das 8h às 12h, podendo estender os serviços dependendo do movimento. Mesmo assim, vale ressaltar que a abertura das lojas de rua é facultativa.

Quem quiser fazer umas comprinhas vai se dar bem. Todas as unidades da rede de Supermercados Guanabara vão funcionar normalmente (8h às 22h). Já o Mundial abre um pouco mais cedo: as 7h30 e vai até 22h. Na Rede Unno, o supermercado Campeão vai operar de 7h às 20h e o SuperPrix de 7h às 21h. A exceção será nas lojas do Prezunic localizadas em: Cidade de Deus, Taquara, Santa Cruz, Caxias Centro e Vilar dos Teles, que vão operar até às 18h.

“Em meio à crise que estamos vivendo, e especialmente a do Rio, que está numa situação difícil, o comércio tem que usar todas as ferramentas disponíveis que tiver”, diz Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio (CDL-Rio).

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

O Dia

Um feriadão desses, bicho… Confira o que vai funcionar (ou não) no Rio

Serão mais locais abertos que fechados. Para a CDL, comércio tem que dar seu jeito para sobreviver

Amanhã, dia 15 de novembro, é feriado para comemorar a Proclamação da República. Por esse motivo, os cariocas devem ficar atentos ao funcionamento de toda cidade. São lojas, shoppings, pontos turísticos, transportes, hospitais, bancos, comércio em geral, é importante ficar atento para ver o que abre e o que fecha para não dar de cara na porta, nem ficar mofando esperando condução. Para dar uma mãozinha ao leitor, O DIA fez um levantamento do que abre e o que fecha e os horários diferenciados.

No comércio, por exemplo, as lojas da Saara, no Centro do Rio, não vão abrir e o funcionamento volta somente no sábado, das 9h às 14h. Já o Mercadão de Madureira vai atender das 8h às 12h, podendo estender os serviços dependendo do movimento. Mesmo assim, vale ressaltar que a abertura das lojas de rua é facultativa.

Quem quiser fazer umas comprinhas vai se dar bem. Todas as unidades da rede de Supermercados Guanabara vão funcionar normalmente (8h às 22h). Já o Mundial abre um pouco mais cedo: as 7h30 e vai até 22h. Na Rede Unno, o supermercado Campeão vai operar de 7h às 20h e o SuperPrix de 7h às 21h. A exceção será nas lojas do Prezunic localizadas em: Cidade de Deus, Taquara, Santa Cruz, Caxias Centro e Vilar dos Teles, que vão operar até às 18h.

“Em meio à crise que estamos vivendo, e especialmente a do Rio, que está numa situação difícil, o comércio tem que usar todas as ferramentas disponíveis que tiver”, diz Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio (CDL-Rio).

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.