Esportes

UFC 277, em julho, terá ‘acerto’ de contas entre Amanda Nunes e Julianna Peña

UFC 277 é confirmado para o final de julho, com revanche entre Julianna Peña e Amanda Nunes na luta principal e outros destaques

UFC 277, em julho, terá ‘acerto’ de contas entre Amanda Nunes e Julianna Peña

O anúncio de grande parte das lutas do UFC 277 teve a revanche da categoria peso-galo como principal atração. Julianna Peña e Amanda Nunes vão se enfrentar no dia 30 de julho, em Dallas, nos Estados Unidos. As duas estarão frente a frente mais uma vez após a vitória da norte-americana em dezembro e a brasileira poderá responder no octógono as seguidas provocações no jogo psicológico travado pela adversária.


O revés da brasileira surpreendeu o mundo do MMA. Depois de muito sucesso, graças a nocautes rápidos em combates contra nomes de peso, como Cris Cyborg e Ronda Rousey, a expectativa era de que Nunes levasse a melhor sobre Peña, mas não foi o que aconteceu. Agora, a data da grande chance que ela esperava para se recuperar está marcada.

Outros confrontos também prometem, como a luta co-principal, entre o ex-campeão Brandon Moreno e o desafiante Kai Kara-France, que valerá o cinturão interino da divisão peso-mosca. A luta foi decidida pelo Ultimate em razão da lesão de Deiveson Figueiredo, o atual campeão linear. Quem vencer terá a chance de desafiá-lo.

Nas lutas do UFC 277 que não valem cinturão, os duelos mais esperados são o de Derrick Lewis e Sergei Pavlovich no peso-pesado, e entre Magomed Ankalaev e Anthony Smith em encontro válido pela divisão dos meio-pesados, ambos no card principal. Para os brasileiros, vale a pena conferir se Paulo Borrachinha vai reconquistar seu espaço no peso-médio do Ultimate, em combate contra o ex-campeão Luke Rockhold.