Mundo

UE põe 2 regiões da Itália em zona vermelha de mapa da Covid


BRUXELAS, 5 AGO (ANSA) – As regiões italianas da Toscana e de Marcas foram incluídas na “zona vermelha” do mapa de risco de transmissão da Covid-19 do Centro Europeu de Controle de Doenças (ECDC) nesta quinta-feira (5).   

Com isso, ambas se unem a Sicília e Sardenha como os quatro locais de alto risco no país, que têm entre 200 e 500 casos da doença a cada 100 mil habitantes.   

No relatório divulgado, praticamente, todo o território nacional está na “zona amarela”, a fase intermediária de risco, com apenas Molise, Puglia e Vale de Aosta na faixa verde de transmissão.   

A mudança ocorre por conta da alta nos números a pandemia de coronavírus Sars-CoV-2 na Itália. Conforme dados do Ministério da Saúde, a média de contágios diários está em 5.608 – contra 4.933 registrados no dia do último boletim da UE, em 29 de julho.   

Já nos demais países europeus, a Espanha está quase toda na pior marcação, a “vermelho escuro”, assim como o Chipre, os Países Baixos, a Córsega, parte da Irlanda e da França meridional.   

Nessa fase, o ECDC considera as áreas que tenham mais de 500 casos da doença para cada 100 mil habitantes.   

As áreas verdes se concentram na Alemanha, Áustria, Polônia e todos os países do leste europeu. (ANSA).   

Veja também
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago