Mundo

UE pede negociações comerciais rápidas com Reino Unido após Brexit

UE pede negociações comerciais rápidas com Reino Unido após Brexit

Os dirigentes da UE querem iniciar o quanto antes as discussões sobre a nova relação comercial com o Reino Unido depois do Brexit, previsto para 31 de janeiro - POOL/AFP

Os dirigentes da UE querem iniciar o quanto antes as discussões sobre a nova relação comercial com o Reino Unido depois do Brexit, previsto para 31 de janeiro, segundo documento consultado pela AFP.

Em seu projeto de conclusões da próxima cúpula europeia, que acontecerá em 12 e 13 de dezembro em Bruxelas, os chefes de Estado e de governo da UE convidam a Comissão Europeia a apresentar “um projeto de mandato global para uma futura relação com o Reino Unido imediatamente após sua retirada”.

Este mandato terá que ser aprovado “rapidamente” pelos Estados-membros.

“As negociações deverão ser organizadas de forma que se tire o melhor proveito possível no pouco tempo que resta para a negociação e a ratificação”, afirma o documento.

Depois de deixar o bloco, os britânicos entrarão em um período de transição até 31 de dezembro de 2020, durante o qual continuarão aplicando as regras europeias e beneficiando-se delas.

Esta transição busca evitar uma ruptura brutal e dar tempo para as negociações sobre a futura relação. Poderá se prolongar somente uma vez até o final de 2022.

O atual primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, descartou qualquer prorrogação caso vença as eleições de 12 de dezembro.