Economia

UE nega que colapso de ponte na Itália esteja ligado a restrições orçamentárias

A União Europeia rejeitou uma alegação vinda da Itália de que o colapso de uma ponte na cidade de Gênova nesta semana esteja de alguma forma ligado a restrições orçamentárias impostas fora do país.

Um porta-voz da UE, Christian Spahr, reagiu hoje depois que o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, criticou regras que limitam gastos orçamentários e as relacionou à segurança da infraestrutura do país.

A zona do euro tem criticado a Itália por apresentar déficits orçamentários e apelado a Roma que controle os gastos públicos.

Spahr comentou que “chegou a hora de esclarecer as coisas”, apontando que o plano orçamentário da UE para 2014 a 2020 prevê que a Itália receba cerca de 2,5 bilhões de euros para redes de infraestrutura, incluindo estradas.

O porta-voz acrescentou que, em abril, a UE aprovou um plano para estradas italianas que permite investimentos de cerca de 8,5 bilhões de euros, incluindo na região de Gênova.

Na terça-feira (14), o trecho de uma ponte de uma estrada em Gênova, no norte da Itália, sofreu um desabamento, causando a morte de pelo menos 39 pessoas. Fonte: Associated Press.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Raro fenômeno da lua azul ocorrerá durante o Halloween, saiba o significado

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


Tópicos

Itália ponte UE