Esportes

UE e Japão apoiam Olimpíada com ajuda de vacinas da Europa

Crédito: REUTERS/Issei Kato

UE e Japão apoiam Olimpíada com ajuda de vacinas da Europa (Crédito: REUTERS/Issei Kato)


BRUXELAS/TÓQUIO (Reuters) – A União Europeia e o Japão apoiaram nesta quinta-feira a realização dos Jogos Olímpicos em Tóquio neste ano, já que vacinas produzidas no bloco ajudarão o Japão em sua luta contra uma quarta onda de infecções.

+ Japão prorroga estado de emergência contra Covid-19 antes da Olimpíada
+ Netflix fecha contrato com a Globo e é patrocinadora oficial das Olimpíadas de Tóquio na emissora
+ Japão não vê impacto na Olimpíada com alerta de viagem dos EUA

“Apoiamos a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio de 2020 de uma maneira segura e protegida neste verão como símbolo da união global para derrotar a Covid-19”, disseram a UE e o Japão em um comunicado conjunto após uma cúpula.

A campanha de vacinação continua glacialmente lenta – só pouco mais de 5% da população já foi imunizada –, e várias pesquisas mostram que a maioria do público japonês não quer que o país sedie os Jogos.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que o bloco autorizou a exportação de mais de 100 milhões de doses de vacinas ao Japão, o suficiente para inocular cerca de 40% da população.

“Dizemos, é claro, que estamos ansiosos pelos Jogos Olímpicos”, disse ela em uma coletiva de imprensa, acrescentando que as remessas de vacina são um sinal forte do apoio da UE aos preparativos de um evento seguro.

A Olimpíada começa em 23 de julho e dura duas semanas, e a Paralimpíada deve começar em 24 de agosto. Os espectadores estrangeiros foram proibidos, e uma decisão sobre plateias domésticas é esperada para o mês que vem.

O chefe de um sindicado de médicos japoneses alertou na terça-feira que realizar os Jogos Olímpicos em Tóquio no verão, com dezenas de milhares de pessoas de todo o mundo, poderia provocar o surgimento de uma linhagem “olímpica” do coronavírus.

“Indicamos que estamos engajados com as autoridades de seu país para adotar todas as medidas de precaução requeridas”, disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, após sua reunião por vídeo com Von der Leyen e com o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga.

(Por Philip Blenkinsop e Kiyoshi Takenaka)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4Q106-BASEIMAGE

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago