Mundo

Ucrânia descarta interferência em investigação contra Trump

Ucrânia descarta interferência em investigação contra Trump

O presidente da Ucrânia participa de entrevista coletiva na Letônia - AFP

O presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, afirmou nesta quarta-feira que seu governo “não fará nada” que possa estar envolvido com a investigação do Congresso americano que pode resultar na destituição do presidente americano, Donald Trump.

“Como presidente da Ucrânia não vou interferir em acontecimentos de outros países”, declarou Zelenski à AFP durante uma reunião com a diáspora ucraniana na capital lituana, Riga.

“A Ucrânia não fará nada”, assegurou.

O líder da investigação afirmou nesta terça-feira que as testemunhas haviam apoiado de maneira substancial as acusações segundo as quais Trump teria tentado ilegalmente obrigar a Ucrânia a investigar a Biden.

A Casa Branca e o advogado pessoal do presidente, Rudy Giuliani, se recusaram a enviar ao Congresso documentos sobre o caso ucraniano.