Tecnologia & Meio ambiente

Twitter não vai proibir publicação de mensagens baseadas em causas sociais

Twitter não vai proibir publicação de mensagens baseadas em causas sociais

O Twitter anunciou que sua proibição de anúncios políticos exclui as mensagens "baseadas em causas" sociais ou ambientais.  - AFP/Arquivos

O Twitter anunciou nesta sexta-feira (15) que sua proibição de anúncios políticos exclui as mensagens “baseadas em causas” sociais ou ambientais.

A rede social com sede em São Francisco revelou detalhes de sua iniciativa de proibir as mensagens políticas pagas a partir de 22 de novembro, enquanto aliviou as preocupações dos ativistas de causas sociais.

“Anúncios que educam, sensibilizam e/ou exigem que as pessoas tomem medidas em relação ao envolvimento cívico, crescimento econômico, gestão ambiental ou causas de igualdade social” serão isentos da proibição, divulgou a empresa.

“No entanto, eles não podem fazer referência a anunciantes políticos proibidos ou conteúdo político”.

O Twitter anunciou a decisão de proibir a publicidade política em 30 de outubro, afirmando que pretendia neutralizar a disseminação de informações falsas (fake news).

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?