Tecnologia & Meio ambiente

Twitter apresenta iniciativa de igualdade algorítmica

Twitter apresenta iniciativa de igualdade algorítmica

Logo do Twitter - AFP/Arquivos


A rede social Twitter anunciou na quarta-feira (14) que lançará uma iniciativa sobre “aprendizado de máquina responsável” que incluirá análises de igualdade algorítmica em sua plataforma.

A empresa, sediada na Califórnia, disse que o plano visa oferecer mais transparência sobre sua inteligência artificial e lidar com “os potenciais efeitos prejudiciais das decisões algorítmicas”.

A iniciativa surge em meio à crescente preocupação com os algoritmos usados pelos serviços online, que alguns dizem que podem promover violência, conteúdo extremista e reforçar o preconceito racial ou de gênero.

“O uso responsável da tecnologia inclui o estudo dos efeitos que ela pode ter a longo prazo”, escreveram em um blog Jutta Williams e Rumman Chowdhury, da equipe de ética e transparência do Twitter.

Quando o Twitter usa aprendizado de máquina ou automático, “isso pode afetar centenas de milhões de tweets por dia e, às vezes, a maneira como um sistema foi projetado para ajudar pode começar a se comportar de maneira diferente do esperado”, explicaram.


+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ “Fama e dinheiro vem cheio de desgraça”, desabafa Pedro Scooby



Segundo os pesquisadores, a iniciativa busca “assumir a responsabilidade por nossas decisões algorítmicas” com o objetivo de alcançar “equidade e justiça nos resultados”.

“Também estamos construindo soluções de aprendizado de máquina explicáveis, para que nossos algoritmos possam ser melhor compreendidos, o que os informa e como eles impactam o que (o usuário) vê no Twitter”.

Williams e Chowdhury disseram que a equipe compartilhará suas descobertas com pesquisadores externos. “Para melhorar o entendimento coletivo da indústria sobre esta questão, nos ajude a melhorar nossa abordagem e nos responsabilizar.”

Essa estratégia do Twitter segue uma série de controvérsias na equipe de ética de inteligência artificial do Google, que levaram à demissão de dois pesquisadores de alto nível e à demissão de um cientista de alto escalão.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS