Economia

Tusk: ‘Estou seguro de que Lagarde será presidente muito independente do BCE’

Após anunciar a nomeação da diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, como candidata à presidência do Banco Central Europeu (BCE), o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, foi questionado sobre se o fato de a francesa já ter sido ministra das Finanças no seu país não mina a credibilidade de que o cargo no BCE é estritamente “técnico”.

“Conheço Madame Lagarde há muito tempo. Estou absolutamente seguro de que ela será uma presidente muito independente do BCE”, respondeu o polonês em entrevista coletiva em Bruxelas.

Lagarde anunciou nesta terça-feira,2, mesmo que se afastará temporariamente do FMI durante o período de nomeação ao BCE.

A candidatura da francesa dependerá, em última instância, de confirmação em uma votação com “maioria qualificada” do Conselho Europeu, ou seja, em que ao menos 16 dos 28 Estados-membros votem a favor e os Estados-membros que votarem a favor representem ao menos 65% da população total da UE.