Mundo

Turquia registra recorde de infecções por covid-19 desde o início da pandemia


A Turquia relatou mais de 50.000 novos casos de infecção por covid-19 nesta quarta-feira (7), seu maior saldo diário desde o início da pandemia há mais de um ano.

O país, que reportou 54.740 novos casos e 276 mortes, se encontra imerso na terceira onda da doença que já matou 32.943 pessoas neste país de 83 milhões de habitantes, segundo dados oficiais.

O aumento de contágios obrigou o governo a endurecer as restrições que havia suavizado no início de março.

Grande parte da Turquia se declarou como zona de alto risco de infeccção, incluindo a capital Ancara e Istambul.

O governo anunciou o retorno do toque de recolher noturno durante o fim de semana nas cidades de alto risco, somado com outras medidas durante o próximo mês do Ramadã.


+ Mulher é presa por não devolver R$ 6,8 milhões que recebeu por engano
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pentágono confirma que vídeo com OVNIs em forma de pirâmide é autêntico



Durante este período de jejum para os muçulmanos, que este ano acontecerá de meados de abril a meados de maio, será decretado confinamento nos fins de semana. Os restaurantes só poderam servir comida para levar.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, expressou na quarta-feira confiança de que essas medidas ajudarão a reduzir o número de casos antes do início da temporada turística em maio.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS