Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A tunisiana Ons Jabeur, número 2 do ranking mundial, se classificou para a final do torneio de Wimbledon ao vencer a alemã Tatjana Maria (103ª do ranking WTA) nas semifinais por 2-1, com parciais de 6-2, 3-6, 6-1, e se tornou a primeira tenista do continente africano a chegar à final de um torneio de Grand Slam na era aberta.

Aos 27 anos, Jabeur disputará no sábado a final do Grand Slam na grama contra a vencedora da segunda semifinal, que será disputada entre a romena Simona Halep (18ª), campeã de Wimbledon em 2019, e a cazaque Elena Rybakina (23ª).

“É um sonho que se torna realidade após anos de trabalho duro e sacrifício. Estou feliz porque há recompensa e posso jogar mais uma partida”, disse a tunisiana, que perdeu seu primeiro set no torneio.

“Ela me deve um churrasco por todas as corridas que me obrigou a fazer na pista”, brincou Jabeur sobre Maria, sua amiga e “parceira de churrasco”, como a apresentou na terça-feira.

As jogadores se deram um longo abraço na rede ao final da partida.

Primeira jogadora árabe a chegar às quartas de final do Grand Slam no Aberto da Austrália em 2020, ela subiu mais dois degraus este ano em Wimbledon e permanece invicta nesta temporada na grama depois de seu título em Berlim há duas semanas.

ig/dep/fp