Esportes

Tumulto interrompe velório de Maradona na Casa Rosada (2)

BUENOS AIRES, 26 NOV (ANSA) – O velório do craque Diego Armando Maradona na Casa Rosada, sede da presidência da Argentina, em Buenos Aires, foi interrompido e o caixão com seu corpo foi levado para uma sala privada, após fãs entrarem em confronto com a polícia local.   

Uma multidão estava concentrada em frente à Casa Rosada, sede da presidência da Argentina, e fazia fila para dar seu adeus ao ex-jogador, morto na última quarta(25), aos 60 anos de idade, vítima de uma parada cardiorrespiratória. No entanto, os organizadores interromperam a entrada de mais pessoas a partir das 15h, o que gerou o caos.   

O horário inicial da cerimônia, inicialmente prevista para terminar 16h, chegou a ser estendido até às 19h, diante da multidão de fãs que aguardava na fila por horas. Porém, com a confusão, a visitação foi interrompida, e o caixão com o corpo do ex-jogador foi retirado do local onde estava exposto e levado para uma sala privada.   

Muita gente estava querendo entrar ao mesmo tempo e tentando invadir a Casa Rosada. A polícia trabalha para conter a confusão.   

Segundo a imprensa argentina, diversas pessoas reagiram atacando objetos e derrubando barreiras de metal, enquanto que as autoridades utilizaram cassetetes, bombas de gás lacrimogêneo e armas com balas de borracha.   


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O sepultamento está previsto para acontecer no fim do dia, no cemitério privado Jardín Bella Vista, na província de Buenos Aires.   

Itália – A embaixada da Itália em Buenos Aires prestou sua última homenagem a Maradona, ao entregar uma camisa do Napoli, clube italiano no qual o argentino é considerado um dos maiores ídolos – se não o melhor -, para ser colocada em cima de seu caixão.   

O uniforme foi depositado ao lado das camisas da seleção argentina, do Boca Juniors e Argentinos Juniors, por uma das filhas de Maradona.   

A morte do argentino também provocou um “choque” no primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte. “Quando um gênio do futebol desaparece é uma falta para todos. É um personagem que teve um resgate. ‘Ele disse: Eu cometi erros, mas isso não diminui a beleza do futebol'”, disse em entrevista ao Tg5. (ANSA)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel