Esportes

Tucumán bate Jorge Wilstermann e embola grupo do Palmeiras na Copa Libertadores

Em um jogo nervoso, disputado sob muita chuva, o Atlético Tucumán conseguiu nesta terça-feira a sua primeira vitória no Grupo 5 da Copa Libertadores ao derrotar o Jorge Wilstermann, da Bolívia, por 2 a 1, no estádio Monumental José Fierro, na cidade de Tucumán, na Argentina. O resultado pela quarta rodada embola a chave que ainda conta com Palmeiras e Peñarol.

Com sete pontos, o Palmeiras lidera o grupo e nesta quarta-feira enfrenta o Peñarol, que agora está na lanterna com três, no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu. O Atlético Tucumán subiu para o terceiro lugar, com quatro pontos, e encostou no Jorge Wilstermann, que é o segundo colocado com seis.

Assim, uma vitória no Uruguai deixará o Palmeiras muito perto da classificação às oitavas de final. Um empate não será de todo mal para o clube brasileiro, mas uma derrota poderá complicar a situação, já que o time jogará na rodada seguinte contra o Jorge Wilstermann, na Bolívia.

Em campo, os três gols da partida saíram no segundo tempo. Logo aos seis minutos, o Atlético Tucumán abriu o placar com Bruno Bianchi. O segundo dos argentinos saiu com David Barbona, aos 29, e o Jorge Wilstermann conseguiu descontar com Luis Cabezas, aos 34.

VIRADA NO CHILE – Em outro jogo desta terça-feira pela Libertadores, viradas e muitos gols. Em casa, no Chile, o Deportes Iquique ganhou do Zamora, da Venezuela, por 4 a 3, pela quarta rodada, e segue na briga por uma vaga no Grupo 8, o mesmo de Grêmio e Guaraní, do Paraguai.

Agora com seis pontos, o Deportes Iquique está apenas um atrás de brasileiros e paraguaios, que se enfrentarão nesta quinta-feira, em Porto Alegre. Já o Zamora, lanterna sem pontuar, está eliminado.

No primeiro tempo, aos 14 minutos, Alvaro Ramos abriu o placar para o Deportes Iquique. Na segunda etapa, os gols saíram em abundância. O Zamora virou em uma cobrança de pênalti de Ricardo Mauricio Clarke, aos 5, e virou em um belo gol de Erickson Gallardo, aos 20.

Os últimos 14 minutos do jogo foram intensos e emocionantes com mais quatro gols. Aos 37, Rafael Caroca empatou para o Deportes Iquique, mas a zaga chilena falhou em seguida e Anthony Uribe fez o terceiro do Zamora, aos 40. Só que os chilenos tiveram força para obter a virada final e marcaram com Rafael Caroca, aos 45, e com Bielkiewicz, aos 49 minutos.