Brasil

TSE registra 99 atos de violência política este ano

A Assessoria Especial de Segurança e Inteligência apresentou um relatório parcial apontando 99 casos de homicídio ou tentativas de assassinato de pré-candidatos e candidatos neste ano. O TSE, no entanto, não mostrou dados específicos sobre os crimes nas disputas pelo poder.

Os números divergem do monitoramento do Estadão, que apontou o maior número de mortes por motivações políticas este ano desde a Lei de Anistia e o início da redemocratização, em 1979. Desde janeiro, foram 107 assassinatos, segundo o levantamento. Das vítimas, 33 eram pré-candidatos e candidatos a prefeito e a vereador. Segundo o TSE, houve um salto de crimes desde 2016, quando 46 candidatos e pré-candidatos teriam sido alvo de atentados. Pelo monitoramento do Estadão, foram 47.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Atriz e modelo sul-coreana Song Yoo-jung morre aos 26 anos
+ Pais matam as 2 filhas para provar que elas voltariam a vida
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra! + Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel