POLÍTICA

Trump vence cinco primárias; Hillary ganha em Maryland e Delaware


O pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump venceu nesta terça-feira as primárias do partido Republicano nos estados da Pensilvânia, Maryland, Connecticut, Rhode Island e Delaware, enquanto a aspirante democrata Hillary Clinton ganhou em Maryland e em Delaware – segundo projeções de emissoras de televisão.

Trump e Hillary Clinton são os francos favoritos para conseguir a indicação de seus partidos à eleição presidencial de novembro.

A expectativa é que ambos vençam as cinco primárias disputadas hoje. A vitória deixará Trump e Hillary claramente mais perto do número suficiente de delegados para garantir sua indicação.

Entre os republicanos, o senador Ted Cruz e o governador de Ohio, John Kasich, anunciaram uma “aliança” para impedir que Trump consiga o número mínimo de delegados. O objetivo é forçar uma convenção “aberta”. Nessa situação, é necessário buscar uma solução negociada em torno de um nome de apoio majoritário.

No lado democrata, a vantagem da ex-secretária de Estado aumenta as pressões no partido para que o senador Bernie Sanders jogue a toalha. A decisão liberaria Hillary para se dedicar à segunda e decisiva fase da corrida pela Casa Branca.

Sanders já antecipou que não pretende interromper sua campanha pelo menos até as primárias de Califórnia, previstas para 7 de junho.

ahg/cd/mvv/tt


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua