Comportamento

Trump terá sorte no Ano do Rato, afirmam mestres do feng shui

Trump terá sorte no Ano do Rato, afirmam mestres do feng shui

O Ano do Rato, segundo o calendário lunar, que começa em 25 de janeiro - AFP

O ano-novo chinês, que começa no próximo sábado (25) e será o Ano do Rato, trará sorte para o presidente americano, Donald Trump, segundo mestres taiuaneses de feng shui entrevistados pela AFP.

Quanto à realeza britânica, mais especificamente sobre Harry e Meghan, os especialistas mostraram mais precaução em suas previsões.

O presidente do Estados Unidos e o duque e a duquesa de Sussex terminaram o último ano de forma agitada.

O primeiro é alvo de um processo de impeachment e o famoso casal acaba de cortar o cordão umbilical com o Palácio de Buckingham.

O que apontam os especialistas no horóscopo chinês é que, nos próximos meses, Trump ficará livre de seus problemas.

“O atual presidente americano tem um destino próspero”, afirma Gao Yu-lin, un mestre de feng shui de Taiwan, à AFP.

“Ele (Trump) tem o destino de uma ‘criança no paraíso’, que caminha por estradas seguras e tranquilas, e que pode superar todos os obstáculos”.

A arte do feng shui – que significa “vento e água” – sempre exerceu grande influência na Ásia.

Na China, Hong Kong e Taiwan, os habitantes seguem os princípios apontados por esse conhecimento milenar, usados para arrumar a casa e tomar decisões, com objetivo de maximizar o bem-estar, a sorte e a prosperidade.

– Reeleito –

Essa arte é baseada em uma antiga filosofia que considera que todos os acontecimentos são resultado de um sutil equilíbrio entre os cinco elementos que formam o universo: o metal, a madeira, a água, o fogo e a terra.

O calendário lunar e solar chinês passa por ciclos de 12 anos, simbolizados cada ano por um animal que está associado a um dos cinco elementos, criando assim um sistema de combinações que se repetem a cada 60 anos.

No sábado, o Ano do Rato (metal) substituirá o Ano do Porco (terra).

Wang Hsin-yi, que usa como base para as suas previsões um sistema de prognósticos usado nos templos dedicados à deusa do mar, Mazu, acredita que Trump será reeleito.

“A prosperidade vai sorrir para ele em 2020. Há muitas possibilidades de que consiga tudo o que se comprometer a fazer”, disse.

No entanto, o mestre Tsai Shang-chi, que mora em Taipé, é mais prudente.

“Suas possibilidades de reeleição dependem também da prosperidade dos seus adversários”, alerta.

– Novo ciclo –

Quanto a realeza britânica, Harry e Meghan protagonizaram recentemente uma ruptura com a coroa e se mudaram para a ilha canadense de Vancouver.

Para eles, o Ano do Rato pode ser mais complicado, de acordo com as previsões de Wang Hsin-yi, principalmente por causa da distância que estão da família real.

“Harry e Meghan devem refletir sobre tudo isso, e decidir as coisas com calma para preservar a harmonia familiar”, ressalta.

O Ano Novo lunar é a festa mais importante para o calendário chinês, momento em que as famílias se reúnem e trocam presentes. Esse ano, no entanto, as comemorações estão discretas por causa da epidemia do coronavírus, que surgiu no último mês na cidade de Wuhan, na China central.

O Rato não é o mais querido de todos os 12 animais do calendário, mas é celebrado por ser um símbolo da fertilidade e da riqueza, além da inteligência.

Ele é o primeiro animal do calendário, marcando assim o começo de um novo ciclo.