Mundo

Trump se nega a condenar supremacistas brancos e cita milícia de extrema-direita

Trump se nega a condenar supremacistas brancos e cita milícia de extrema-direita

O presidente Donald Trump durante o primeiro debate com Joe Biden, em Cleveland, em 29 de setembro de 2020 - AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se negou a condenar de maneira inequívoca os supremacistas brancos durante o primeiro debate contra o rival nas eleições de novembro, Joe Biden, e fez um aceno para uma milícia de extrema-direita.

Questionado pelo moderador do debate Chris Wallace, que solicitou uma condenação sem reservas aos supremacistas brancos, o presidente republicano não apresentou uma resposta direta: citou os ‘Proud Boys’, um grupo nacionalista que prega a superioridade da raça branca, a quem pediu que “recuem e esperem”.

“Mas eu direi algo, direi algo, alguém tem que fazer algo contra os Antifa”, completou, em referência ao movimento de extrema-esquerda, ao afirmar que nos Estados Unidos a violência procede mais da extrema-esquerda do que da extrema-direita.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

‘Proud Boys’, um grupo neofascista, exclusivamente masculino, fundado em Nova York em 2016, adotou a frase de Trump e a publicou na rede social Telegram.

“Aqui. Esta é a América de Donald Trump”, criticou o candidato democrata Joe Biden, ao compartilhar um tuíte de um jornalista do New York Times sobre o tema.

Rita Katz, diretora do SITE, associação que monitora grupos extremistas, afirmou que “em um momento de níveis de pico de violência da extrema-direita e de um racismo crescente, Trump fez um novo aceno aos supremacistas brancos”.

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

“Donald Trump deve aos americanos uma explicação ou desculpas. Agora”, comentou Jonathan Greenblatt, presidente da Liga Antidifamação (ADL), uma organização de luta contra o antissemitismo.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea