Economia

Trump diz não se importar que Microsoft compre TikTok, mas coloca prazo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse não se importar que a gigante tecnológica Microsoft ou outra empresa americana compre a operação do aplicativo chinês TikTok no país, mas estabeleceu um prazo de até 15 de setembro para que o negócio seja fechado. Caso contrário, o TikTok estará “fora do mercado”, afirmou Trump, durante uma reunião com trabalhadores do setor de tecnologia.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

No final de semana, a Microsoft confirmou que negocia a compra da operação do TikTok nos EUA com a ByteDance, companhia chinesa que é controladora do aplicativo.

O líder da Casa Branca disse, no entanto, que o governo americano deverá ser beneficiado. “O Tesouro terá que receber muito dinheiro de qualquer acordo pelo TikTok”, declarou, sem dar mais detalhes.

Trump voltou a chamar a covid-19 de vírus chinês e repetiu que a China deveria ter impedido a disseminação da doença.

Veja também

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea