Mundo

Trump deixa Washington com promessa de voltar

Trump deixa Washington com promessa de voltar

O presidente Donald Trump e sua esposa em 20 de janeiro de 2021 - AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou a Casa Branca nesta quarta-feira (20), horas antes do término de seu mandato, e viajou para sua nova residência na Flórida, sem comparecer à posse de Joe Biden, que tomará posse à tarde como o 46º presidente da história de seu país.

Biden assume o comando com o objetivo de unir um país dividido e em crise. Situação que se reflete na transferência de poder, marcada por um esquema de segurança rigoroso após o ataque ao Capitólio na semana passada e pela ausência de Trump, que rompe, assim, com uma tradição de 150 anos.

Depois de deixar a Casa Branca, Trump se despediu em uma cerimônia militar na base de Andrews, nos arredores de Washington. Ali, desejou “boa sorte e muito sucesso” ao novo governo, sem citar Biden pelo nome.

Antes de partir para a Flórida, encorajou seus seguidores, afirmando: “vamos voltar de alguma forma”.

A decolagem de Trump no avião presidencial Air Force One coincidiu com o início de uma missa que reuniu Biden e líderes democratas e republicanos do Congresso antes da transferência do comando.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

O futuro presidente, um católico devoto, estava acompanhado por sua esposa, Jill Biden, pelos democratas Nancy Pelosi, presidente da Câmara de Representantes, e Chuck Schumer, líder da minoria no Senado, bem como pelos líderes republicanos na Câmara Alta, Mitch McConnell, e na Câmara Baixa, Kevin McCarthy.

 

Biden prestará juramento pouco antes do meio-dia (14h de Brasília) em frente ao Capitólio, que foi alvo de um ataque de manifestantes pró-Trump há exatamente duas semanas. Cinco pessoas morreram no caos desencadeado em 6 de janeiro.

A cerimônia de posse não terá público e, em seu lugar, estarão milhares de bandeiras americanas para lembrar os mais de 400.000 mortos pela pandemia de coronavírus.

Segundo um porta-voz do Executivo americano, Donald Trump seguiu a tradição de deixar uma carta ao seu sucessor.

v

Donald Trump, que por mais de dois meses se recusou a aceitar sua derrota eleitoral, nunca parabenizou Joe Biden por sua vitória.

A correspondência deixada no Salão Oval para seu sucessor é uma tradição americana.

“Somos apenas ocupantes temporários deste cargo”, escreveu-lhe Barack Obama quatro anos atrás.

“Isso nos torna guardiães de instituições e tradições democráticas, como o Estado de Direito, a separação de poderes, a proteção dos direitos civis pelos quais nossos ancestrais lutaram”, acrescentou.

“Boa sorte”, concluiu, dizendo que estava pronto para ajudar “de qualquer maneira”.

Dentre todas essas cartas de presidente a presidente, a deixada, em 20 de janeiro de 1993, pelo republicano George H.W. Bush para seu sucessor democrata Bill Clinton, marcou os espíritos, pela dignidade e pela classe.

Evocando seu “sentimento de admiração e respeito” ao entrar no Salão Oval quatro anos antes, ele acrescentou: “Haverá alguns momentos muito difíceis (…) Mas não deixe que os críticos o detenham, ou façam você mudar de curso”.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Lissa Aires, modelo do OnlyFans, perde fãs por causa de foto montada em elefante
+ Tatuadora chama atenção ao mostrar “bolha de tinta” no braço
+ Ex-Paquita faz tatuagem íntima; veja vídeo
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica