Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou estar “livre de medicação” e revelou mais detalhes sobre sua luta contra a covid-19, em entrevista transmitida pela televisão nesta sexta-feira (9), uma semana após o mandatário ser hospitalizado devido ao vírus.

Trump apareceu no programa Tucker Carlson Tonight, da Fox News, para o que a Casa Branca descreveu como uma “avaliação médica” no ar, realizada à distância pelo doutor Marc Siegel, colaborador da emissora.

“Agora mesmo estou livre de medicamentos, não estou tomando nenhuma medicação há provavelmente oito horas”, revelou Trump a Siegel.

Não ficou claro quando a entrevista foi gravada.

Os médicos de Trump explicaram antes que deram ao presidente um agressivo coquetel de medicamentos, incluindo o esteroide dexametasona, usualmente associado a casos graves da covid-19.

Trump afirmou ter refeito um teste de detecção do vírus.

“Voltaram a fazer testes em mim e ainda não vi os números, mas sei que estou na parte inferior da escala ou livre [do vírus]”, disse o presidente, que acredita que fará novos exames “provavelmente amanhã (sábado)”.

O presidente republicano revelou que a doença o deixou com energia reduzida e que não se sentia “muito vital”, mas que não tem problemas para respirar, embora tenha recibo oxigênio pelo menos duas vezes.

Trump garantiu não saber onde contraiu a doença, mas chamou o vírus de “altamente contagioso”. Isso é algo que se aprende, é uma doença contagiosa”, concluiu.