Mundo

Trump, a um passo de uma nova vitória na Suprema Corte a oito dias da eleição

Trump, a um passo de uma nova vitória na Suprema Corte a oito dias da eleição

A juíza Amy Coney Barrett poderá ser confirmada pelo Senado dos Estados Unidos em 26 de outubro de 2020 para ocupar uma vaga na Suprema Corte - AFP/Arquivos

O Senado dos Estados Unidos deve confirmar, nesta segunda-feira (26), a nomeação para a Suprema Corte de uma juíza indicada por Donald Trump, que assim poderá se gabar, a oito dias da eleição presidencial, por ter consolidado a maioria conservadora na mais instância judicial do país.

A maioria dos republicanos no Senado prevê uma indicação sem surpresas para Barrett, uma católica fervorosa de 48 anos oposta ao aborto e que sucederá Ruth Bader Ginsburg, uma feminista ícone do progressismo que faleceu em setembro.

Atrás de seu rival democrata Joe Biden nas pesquisas, o presidente conta com a confirmação de Barrett para atiçar sua base e captar o voto religioso. Com essa nomeação, Trump somaria três magistrados conservadores no máximo tribunal nomeados por ele.

Para o presidente, essa é uma oportunidade de mudar o discurso em meio a uma crise de saúde e econômica causada pela pandemia de covid-19, que continua se agravando, com mais de 225.000 mortos e cerca de 90.000 novos casos detectados no sábado.

“A mídia falsa não faz mais nada do que falar da COVID, COVID, COVID, até o dia da eleição. Perdedores!”, disse o presidente no Twitter.

Seu chefe de gabinete, Mark Meadows, disse no domingo que o que o governo busca não é controlar a pandemia, mas focar nas vacinas.

Os democratas se opõem à vontade do presidente de levar adiante uma indicação para um cargo vitalício tão perto das eleições de 3 de novembro, mas a minoria na Câmara Alta não dispõe de nenhuma ferramenta para freá-la.

– “Desfeitas” –

A incomum sessão do fim de semana abriu o caminho para um voto solene na plenária nesta segunda-feira, após a aprovação em comissão na semana passada. Os senadores estão previstos para votar depois das 19h00 no horário local (20h00 de Brasília).

Com uma maioria simples de 51 votos, a indicação permanece firme e os republicanos têm 53 cadeiras.

O líder da maioria republicana, Mitch McConnell, alertou antes da votação que talvez seu partido perca a presidencial e também o Congresso.

“Muitas das coisas que fizemos nos últimos quatro anos serão desfeitas cedo ou tarde após a próxima eleição”, disse.

“Mas sobre este assunto, não poderão fazer nada durante muito tempo”, acrecentou, referindo-se ao fato de as indicações no tribunal serem vitalícias.

Para recuperar terreno, Trump multiplica seus eventos de campanha e, depois de um fim de semana com agenda cheia, planeja nesta segunda dois comícios na Pensilvânia, um estado-chave para chegar à Casa Branca.

– Uma indicação crucial frente às eleições –

A ascensão de Barrett à Suprema Corte mudará consideravelmente o equilíbrio do alto tribunal, com uma maioria conservadora de seis magistrados contra três mais progressistas.

Se tudo ocorrer conforme o previsto, a juíza começaria no alto tribunal em 2 de novembro, na véspera da eleição presidencial.

Portanto, poderá se pronunciar caso a Corte avalie eventuais recursos sobre os resultados da votação.

A Suprema Corte decide nos Estados Unidos sobre os assuntos complexos, do aborto ao porte de armas, passando pelos direitos das minorias sexuais.

Os democratas alertaram que Barrett pode votar para desarticular o Obamacare, uma reforma de saúde que ajudou milhões de americanos a obter um seguro médico e que talvez ajudaria a anular a sentença do caso Roe contra Wade de 1973, que permite o direito ao aborto.

A Suprema Corte deve examinar em 10 de novembro um recurso contra a lei emblemática do ex-presidente democrata, sobre a qual a juíza expressou suas reservas no passado.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel