Mundo

Tribunal tailandês ordena fechamento de site de notícias vinculado ao ex-primeiro-ministro

Tribunal tailandês ordena fechamento de site de notícias vinculado ao ex-primeiro-ministro

Milhares de manifestantes se concentram na capital para manifestações diárias - AFP


Um meio de comunicação tailandês vinculado ao ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra recebeu a ordem de fechar, nesta terça-feira (20), por sua cobertura dos protestos contra o governo em Bangcoc, enquanto os manifestantes se preparavam para ir às ruas pelo sexto dia consecutivo.

O Voice TV, um site de propriedade em parte da família de Thaksin, foi uma das quatro organizações da mídia na mira por sua cobertura sobre o movimento de protesto a favor da democracia, liderado pelos jovens e por suas críticas ao governo.

Milhares de manifestantes se concentram na capital para manifestações diárias, desrespeitando uma ordem da semana passada que proíbe as reuniões de mais de quatro pessoas.

Eles exigem a renúncia do primeiro-ministro Prayut Chan-O-Cha, que chegou ao poder graças a um golpe militar, assim como a reforma da poderosa monarquia do país.

“A liberdade dos meios de comunicação é importante, mas em alguns casos há alguns que divulgam informações distorcidas que incentivam os distúrbios”, disse Prayut à imprensa após uma reunião de gabinete, depois da decisão em um tribunal de Bangcoc.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Esses meios publicaram e divulgaram material que “violava as leis de crimes informáticos e o decreto de emergência”, segundo o ministério da Economia e Sociedade Digital.

Um executivo do Voice TV, Makin Petplai, negou que a cobertura do protesto tenha colocado a segurança nacional em risco.

“Há onze anos, o Voice TV esteve comprometido com a democracia, dando espaço às opiniões de pessoas de todos os lados com abertura, transparência e responsabilidade diante dos fatos”, disse em um comunicado em seu site.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS