Esportes

Tribunal decreta oficialmente falência do Palermo

PALERMO, 18 OUT (ANSA) – A Justiça italiana aceitou nesta sexta-feira (18) o pedido da procuradoria e declarou oficialmente a falência do time do Unione Sportiva Città di Palermo.   

O clube, que foi comandado entre 2002 e 2017 por Maurizio Zamparini, faliu neste ano pela quarta vez em sua história por conta de uma série de irregularidades financeiras. Atualmente liderado por Dario Mirri, o time foi refundado como Palermo Società Sportiva Dilettantistica e disputa o grupo I da Série D do Campeonato Italiano.   

De acordo com o jornal “Corriere dello Sport”, o filho de Zamparini, Andrea, fez uma oferta de 10 milhões de euros para liquidar as dívidas do clube, mas foi considerada muito baixa pelas autoridades.   

A declaração de falência, dada pelo Tribunal de Palermo, complica ainda mais o cenário judicial de Zamparini, que está sendo acusado de ter mentido sobre as verdadeiras condições financeiras do Palermo quando era presidente.   

O clube foi batizado de US Città di Palermo em 1994 e viveu os melhores momentos da sua história. Sob a gestão de Zamparini, o time rosanero conseguiu chegar a um quinto lugar na Série A das temporadas 2005/2006, 2006/2007 e 2009/2010, quando tinha em seu elenco grandes jogadores como Edinson Cavani, Andrea Barzagli, Javier Pastore e Fabrizio Miccoli.(ANSA)