O Tribunal Constitucional do Peru ordenou, nesta terça-feira (5), a libertação “imediata” do ex-presidente peruano Alberto Fujimori, de 85 anos, que cumpria pena de 25 anos de prisão por “crimes contra a humanidade”, segundo uma decisão judicial.

“Este Tribunal Constitucional ordena que o Instituto Nacional Penitenciário (Inpe) e o diretor do Presídio de Barbadillo, no dia de hoje, providenciem a imediata libertação do beneficiário, Alberto Fujimori, sob responsabilidade”, indicou a corte na resolução divulgada à imprensa.

cm/vel/dga/ic/mvv


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias