Geral

Traficante que trocou de rosto possui R$ 5 milhões em nome de laranjas

Crédito: Divulgação/SSP-AM

Segundo investigação preliminar da Polícia Civil, Lenon Oliveira do Carmo, que fez ao menos cinco procedimentos estéticos para fugir das autoridades, possui um patrimônio estimado de R$ 5 milhões em nome de laranjas.

Lenon, que lidera uma facção no Amazonas, estava foragido desde 2018 e foi capturado no último sábado (17), em um bairro de classe média de Fortaleza, no Ceará.

Os investigadores encontraram duas casas de luxo no Ceará, uma delas em reforma. O traficante ainda construía um complexo de lazer para traficantes em uma propriedade invadida em Manaus.

“Ele levava uma vida discreta, porém luxuosa. Estava construindo uma mansão no município de Icaraí, sendo que já morava muito bem. E tinha construído um complexo de lazer para os traficantes a ponto de aterrar um braço de um rio, para desviar e ter um balneário particular”, relatou o coronel Louismar Bonates, secretário de segurança pública do Amazonas.

De acordo com informações da polícia, Lenon foi preso enquanto visitava uma residência de luxo que estava construindo próximo à praia de Icaraí, na região litorânea. O traficante segue detido na capital cearense, mas será transferido para Manaus.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel