Esportes

Torrent vê Flamengo sem ritmo de jogo e diz que será preciso tempo

Cobrado após a segunda derrota do Flamengo no Campeonato Brasileiro, por 3 a 0 para o Atlético Goianiense, na noite de quarta-feira, o técnico Domènec Torrent responsabilizou mais aspectos físicos pelo tropeço do que as mudanças táticas realizadas por ele na formação que era adotada por Jorge Jesus.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Em entrevista coletiva, o treinador afirmou que repetiu o esquema tático do português na derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, na estreia do time na competição, e considerou a resposta boa. Já na noite de quarta, a derrota foi acachapante. E o time teve duas trocas na formação: Rodrigo Caio atuou improvisado na lateral direita e Vitinho substituiu Arrascaeta.

“No primeiro jogo, começamos com o 4-4-2, como o Jorge Jesus. Acho que jogamos muito bem no primeiro tempo do primeiro jogo e poderíamos fazer mais gols. Hoje, começamos no 4-3-3 e, depois, no 4-2-3-1. Respeito o trabalho do ano passado, não fiz muitas alterações, mas eu falo que é difícil ganhar novamente. É muito difícil. O ambiente com a pandemia é muito difícil”, afirmou.

Torrent apontou falta de ritmo do Flamengo pelo longo tempo sem jogos após a conquista do Campeonato Carioca e avaliou que o time não apresenta o mesmo ritmo e intensidade dos adversários, o que só vai conseguir com tempo.

“Jogamos depois de 24 dias, parece que estamos na pré-temporada, um ritmo muito mais baixo, os outros em um ritmo mais alto, mas trabalharemos para fazer uma equipe vencedora. Certamente venceremos novamente. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente, jogarem mais jogos e voltarem a vencer”, disse.

O treinador reconheceu, porém, não ser “normal” o atual campeão brasileiro começar a defesa do título com tantas dificuldades. “Não é normal, o Flamengo é vencedor. Eu sou vencedor. Não me recordo de perder dois jogos seguidos, mas isso acontece algumas vezes em futebol. As ligas não são as mesmas, algumas equipes fazem mais jogos que você e não é fácil. Temos de ter mais ritmo, mais treinamentos e jogar em um ritmo alto. Estamos trabalhando duro para isso. Não é fácil. Todos os times estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo”, comentou.

Ainda sem pontuar, o Flamengo voltará a jogar pelo Brasileirão no sábado, quando visitará o Coritiba, no Couto Pereira, pela terceira rodada.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea