Esportes

Torcida do Nacional do Uruguai é banida por 2 anos na Argentina por causar distúrbios

Crédito: AFP

Torcedores do Nacional na Argentina contra o Estudiantes (Crédito: AFP)


A torcida do Nacional do Uruguai será proibida por dois anos de comparecer a jogos na província de Buenos Aires por conta dos incidentes causados na partida contra o Estudiantes de La Plata pela Copa Libertadores da América, informou nesta quinta-feira a Agência de Prevenção contra a Violência no Esporte (Aprevide), órgão do Ministério de Segurança da Argentina.

Fans of Uruguay’s Nacional fire a flare to fans of Argentina’s Estudiantes de La Plata during the Copa Libertadores group stage football match at the Jorge Luis Hirschi stadium, in La Plata, Buenos Aires province, Argentina, on May 3, 2022. – Fans of Uruguay’s Nacional will be banned for two years from attending matches in Buenos Aires province following incidents at the Copa Libertadores 2022 match against Estudiantes de La Plata, the sports safety body said on Thursday. (Photo by JUAN MABROMATA / AFP)

Os torcedores do time uruguaio lançaram sinalizadores e destruíram banheiros no estádio Jorge Luis Hirschi de La Plata, a 60 quilômetros da capital argentina, onde o Estudiantes derrotou o Nacional por 1 a 0.

A medida entra em vigor “em atenção ao compromisso da Conmebol para a erradicação deste tipo de ato e conduta que mancham o espetáculo”, afirmou a Aprevide.

O órgão revelou que três torcedores do Nacional foram presos e estão sendo investigados por sua suposta participação nos distúrbios.

Fans of Uruguay’s Nacional cheer for their team during the Copa Libertadores group stage football match against Estudiantes de La Plata, at the Jorge Luis Hirschi stadium, in La Plata, Buenos Aires province, Argentina, on May 3, 2022. – Fans of Uruguay’s Nacional will be banned for two years from attending matches in Buenos Aires province following incidents at the Copa Libertadores 2022 match against Estudiantes de La Plata, the sports safety body said on Thursday. (Photo by Juan Mabromata / AFP)

Por causa da violência no futebol, existem na Argentina uma série de proibições para a presença de torcedores visitantes em jogos de torneios importantes, exceto em algumas partidas pontuais e nas copas internacionais.

A província de Buenos Aires é a mais populosa do país, com 16,6 milhões de habitantes. O veto a torcedores do Nacional não inclui os jogos na capital argentina.

dm/nn/ol/cb