Esportes

Torcedores protestam em frente ao CT do Flamengo e cercam carros de jogadores


Um grupo de torcedores do Flamengo faz um protesto contra jogadores e membros da comissão técnica do time na manhã desta sexta-feira, no CT Ninho do Urubu. Eles reclamam da queda de rendimento da equipe carioca nesta temporada, principalmente no Campeonato Carioca. O Fla perdeu o título para o Fluminense, no fim de semana passado.

Dezenas de torcedores se postaram diante do portão do CT desde o início da manhã. E acompanham a chegada de jogadores e membros da comissão técnica para o treino marcado para esta sexta. Alguns deles chegaram a cercar os carros de luxo de jogadores, como Gabriel Barbosa e David Luiz.

O zagueiro abriu o vidro do carro para conversar rapidamente com alguns dos torcedores mais exaltados. Gabigol teve dificuldade para entrar no CT por ter o carro cercado. Outros atletas viram torcedores acertarem tapas e até socos na lataria e nos vidros dos seus veículos.

No momento de maior aglomeração, os seguranças do clube e policiais usaram spray de pimenta para dispersar o grupo de dezenas de torcedores. Na porta do CT, alguns exibiam um longa faixa, com os dizeres: “Se damos a vida, exigimos que vocês deem o sangue”.

A relação entre torcidas organizadas e o time do Flamengo azedou nas últimas semanas. Alguns já pedem a saída do técnico português Paulo Sousa, contratado no fim do ano passado. No domingo, um grupo de torcedores protestou contra os jogadores no aeroporto, no embarque do time para o Peru, onde a equipe estreou com vitória por 2 a 0 sobre o Sporting Cristal, em Lima, na Copa Libertadores.

Ao longo da semana, a diretoria do Flamengo sugeriu uma possível reunião entre lideranças das organizadas e membros do time e da comissão técnica. Inicialmente, o encontro aconteceria na quinta-feira. Mas a reunião acabou sendo cancelada.

O Flamengo estreia no Brasileirão neste sábado contra o Atlético-GO, fora de casa. Na terça, fará sua estreia em casa na Libertadores, diante do Talleres, da Argentina.