Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O elenco do Santos não foi bem recebido nesta sexta-feira no hotel em que ficará concentrado para o clássico com o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro. Torcedores integrantes de organizadas protestaram na chegada do ônibus alvinegro em Guarulhos, cidade na Região Metropolitana de São Paulo.

“Se o Santos não ganhar, o pau vai quebrar”, foi uma das frases gritadas pelos torcedores. Com dedos em riste e vocabulário agressivo, eles cercaram o ônibus com a delegação santista e cobraram uma vitória no clássico alvinegro deste sábado, às 19h, na Neo Química Arena.

Goleado pelo Corinthians, por 4 a 0, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Santos tem a missão de se reequilibrar em novo confronto com o rival, dessa vez pelo Brasileirão. A derrota no torneio mata-mata abalou os ânimos na Vila. O técnico Fabián Bustos se mostrou abatido, mas confia em uma reviravolta.

Após o primeiro jogo com o Corinthians, o presidente Andres Rueda compareceu ao CT Rei Pelé para conversar com atletas e comissão técnica. O mandatário fez cobranças por melhora no empenho da equipe para evitar que novos resultados como o de quarta voltem a se repetir na temporada.

Com muitos jovens no elenco, o Santos reconhece a necessidade de proteger o lado psicológico desses atletas para ter poder de reação. A situação do Campeonato Brasileiro não é complicada, mas os desafios da Copa do Brasil e também da sul-americana não podem ser frontalmente afetados por um jogo ruim, com resultado expressivo.