Esportes

Torcedores do Newell’s Old Boys fazem carreata pedindo a volta de Messi

Centenas de torcedores do Newell’s Old Boys, na Argentina, organizaram uma caravana de veículos colorida e barulhenta na quinta-feira, com o lema “Seu sonho, nossa esperança”, pedindo a volta de Lionel Messi ao clube onde jogou nas categorias de base, antes de se transferir para o Barcelona.

A crise de Messi com o Barcelona incentivou os torcedores de “La Lepra”, como são conhecidos, a invadir as ruas de Rosário, cidade natal do craque, empolgados, com suas bandeiras vermelha e preta, embora o clube não pareça ter muitas condições de contratá-lo.

“É inevitável que todos no Newell´s mantenham o sonho de que Messi jogue aqui por alguns meses e talvez isso aconteça, mas não devemos perder de vista o que ele representa, temos de ser realistas. É complicado”, declarou o artilheiro do Newell´s, Ignacio Scocco, ex-atacante do Internacional.

Os torcedores começaram a carreata do estádio El Coloso “Marcelo Bielsa”, no Parque Independência, e se dirigiram até o Monumento à Bandeira Argentina, local habitual de confraternizações populares, às margens do rio Paraná. Messi possui importantes investimentos imobiliários na cidade e na região, que fica 300 km ao norte de Buenos Aires.

Os torcedores levavam bandeiras nos carros e faziam barulho com suas buzinas e tambores, mas sem caminhada para manter as medidas sanitárias devido à covid-19, que já causou quase 8.000 mortes, com mais de 370 mil casos no país. Messi sempre disse que adoraria voltar ao clube de Rosário onde começou no futebol ainda criança e do qual se declarou torcedor, embora o destino imediato do atacante pareça continuar sendo a Europa. O Manchester City, comandado pelo técnico espanhol Pep Guardiola, parece ser o mais cotado para ficar com o jogador.

O retorno do craque parece algo muito distante, mas pelo menos sob o ponto de vista financeiro, Messi pode ajudar o Newell´s. O clube argentino poderia se beneficiar de uma eventual transferência do jogador, em decorrência de uma cláusula que lhe dá um porcentual de 0,66% da venda. Mas caso o atacante faça um acordo com o Barcelona e tenha o contratado rescindido, o time argentino não irá receber nada pela transferência.

Messi deixou o clube aos 13 anos, apesar de a diretoria querer mantê-lo na época. Sua família se mudou para a Espanha, onde o Barcelona decidiu investir pesado no garoto, inclusive com tratamento médico para ele crescer e há anos está entre os maiores jogadores do futebol mundial.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+ Veja a curiosa lista das motos mais vendidas na Alemanha em setembro

+ Pluto TV ‘grátis’ chega ao Brasil para rivalizar com Netflix e Prime Video

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar