Esportes

Torcedores celebram título da Roma na capital italiana


ROMA, 26 MAI (ANSA) – Milhares de torcedores da Roma celebraram em diversas partes da capital italiana o título da Conference League, que encerrou um jejum de 14 anos sem taças para o clube giallorosso, na última quarta-feira (25).   

Os fãs da Roma se concentraram na Piazza del Popolo e soltaram fogos de artifício, além de bombas de fumaça amarelas e vermelhas. Os torcedores ainda agitaram várias bandeiras e cantaram cânticos comemorativos.   

Algumas pessoas foram além ao se banharem nas águas das fontes presentes na praça da capital italiana.   

Após a Roma ter superado o Feyenoord por 1 a 0 em Tirana, na Albânia, o plantel giallorosso chegou no aeroporto de Fiumicino por volta das 4h40 (horário do local), sob vigilância da polícia. O capitão Lorenzo Pellegrini saiu do avião bastante entusiasmado com o troféu da Conference League na mão, seguido por Bryan Cristante e Gianluca Mancini.   

+ Rafa Kalimann posa nua em sacada de hotel, veja fotos


A delegação romana embarcou em um ônibus oficial da equipe e não manteve um contato direto com os torcedores. No entanto, a Roma anunciou que está organizando uma celebração para acontecer nesta quinta-feira (26), mas a programação ainda precisa ser definida.   

“É uma emoção enorme, estou muito feliz que a Roma voltou a vencer depois de todo esse tempo. Os torcedores, a cidade e o time mereceram. É um dia importante para a Roma, eu sei que vocês estavam esperando isso há muito tempo”, celebrou Dan Friedkin, proprietário do clube.   

O atacante Tammy Abraham, um dos principais destaques da Roma, também comemorou o título da Conference League ao se declarar para o clube.   

“Nós merecemos, porque somos um bom grupo e começamos o torneio querendo ganhar o troféu. Eu amo essas pessoas, só quero me divertir e celebrar a conquista, somos um grupo fantástico”, disse o britânico.   

A imprensa internacional se entregou a José Mourinho e Roma, pois vários jornais, sobretudo ibéricos, destacaram o feito do técnico português e de seus comandados. O “Special One” se tornou o primeiro treinador a ser finalista e vencer as três principais competições internacionais da Uefa na atualidade.   

(ANSA).