Esportes

Torcedor do Napoli é preso por morte em briga

ROMA, 18 OUT (ANSA) – Um membro da torcida organizada do Napoli foi preso nesta sexta-feira (18) por ser o suspeito de ter atropelado o torcedor da Inter, Daniele Balardinelli, nos arredores do San Siro em dezembro do ano passado.   

Fabio Manduca, de 39 anos, é acusado pela polícia italiana de homicídio voluntário após as investigações terem apontado que ele atropelou Belardinelli. As autoridades também revelaram que o napolitano possui laços com a máfia Camorra. Além disso, as investigações mostraram que Manduca é dono de uma casa funerária e já teria cometido diversos crimes, como roubo, manuseio de mercadorias roubadas, comércio de produtos falsificados e fraude.   

Em março, seis torcedores da Inter de Milão envolvidos na morte de Belardinelli, antes de uma partida entre o time nerazzurro e o Napoli, foram condenados pela Justiça da Itália. A pena mais alta foi de Nino Ciccarelli, chefe de uma das torcidas organizadas da equipe lombarda, que foi condenado a três anos e oito meses de prisão.   

O incidente que matou Belardinelli, de 35 anos, aconteceu na via Novara, situada nos arredores do San Siro, em meio a uma briga de torcidas. Uma van com napolitanos foi bloqueada e atacada por torcedores organizados da Internazionale.   

Ao deixar a zona de confusão, o veículo atropelou Belardinelli, que chegou a ser levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Segundo o delegado Marcello Cardona, a van foi cercada por mais de 100 ultras interistas e do clube amador Varese.(ANSA)