Edição nº2552 15/11 Ver edições anteriores

Topa tudo por dinheiro?

Suamy Beydoun

No sonho em ser presidente da República, Henrique Meirelles gastou R$ 45 milhões até aqui, do próprio bolso. Tem 2% das intenções de votos. Considerando os 147 milhões de brasileiros que irão às urnas, segundo o TSE, o ex-ministro conquistou 2,9 milhões de simpatizantes. Portanto, cada voto lhe “custou” R$ 15,52. Como precisa do apoio de 75 milhões de pessoas (50% do colégio eleitoral), seguindo o raciocínio, Meirelles precisará colocar mais R$ 1 bilhão 140 milhões no projeto. Ele é economista, não louco…

Receita
Leão guloso

Cálculos feitos pelo Sindicato dos Auditores Fiscais apontam que o governo poderia arrecadar 18 bilhões de reais por ano só com a taxação dos lucros e dividendos dos acionistas no País. O rombo para 2019, segundo o Sindifisco, é de R$ 306 bilhões só com as renúncias fiscais e desonerações. A entidade alega que está parado na Câmara dos Deputados outro projeto que poderia reduzir esse impacto, o que prevê a tributação de aeronaves e embarcações de passeios, que passariam a pagar uma espécie de IPVA federal. Em 2013, proposta semelhante chegou ao Congresso – e adernou felizmente.

STJ
Antes, depois ou nunca

Soa absurdo, mas os procuradores da Fazenda Nacional entraram com ação no STJ para receber o que lhes é devido antes dos próprios credores e consumidores nos processos de falência e recuperação judicial. Na Corte, dois votos foram favoráveis ao entendimento de que o subsídio tem natureza alimentar e tributária, mas outros ministros ainda votarão. Em fevereiro, a Justiça do Ceará decidiu pelo fim do benefício, sob a tese de que o repasse de honorários é “enriquecimento sem causa”.

Veículos
Engatou a marcha

Divulgação

O Denatran decidiu lançar sozinho, até o fim de outubro, um sistema que vai incluir a anotação de recall “em aberto” nos documentos dos veículos que circulam pelo País. Havia um Termo de Cooperação com o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor para um trabalho conjunto. Mas há oito meses o órgão do Ministério da Justiça pediu o documento de volta – e nada mais aconteceu. Até 2017 havia 1,1 recalls em trâmite no Brasil, incluindo os de veículos. O número não foi atualizado esse ano.

Eleições
Disputa na internet

A menos de uma semana das eleições, novos levantamentos na internet apontam quem são os candidatos mais buscados. O mais lido desde o dia 15 de agosto é Jair Bolsonaro (PSL), com 31,7 milhões de acessos. De acordo com a plataforma de descoberta de conteúdo Taboola, depois vem Fernando Haddad (PT), com 12,9 milhões de leituras online.

Candidatos
Lá fora

Dario Oliveira

Não é ilegal, mas teria a mãe de João Amoêdo, milionário presidenciável pelo Novo, dinheiro suficiente para manter uma offshore no exterior? A Castelar International tem sede no Panamá e está em nome de Maria Elisa Filgueira Barreto Amoêdo. A viúva e administradora recebe pensão do ex-marido, o médico Armando Rocha Amoêdo, lotado até 2018 no Ministério da Saúde, e o volume de recursos mantidos lá fora não foi revelado. Procurado pela coluna, Amoêdo não se pronunciou.

Trabalho
Assopra e morde

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na sexta-feira 5, o Conselho Deliberado do Fundo de Amparo ao Trabalhador se reúne na sede do BNDES. Presidente do banco, Dyogo Oliveira promove o encontro porque o FAT, aos 30 anos, “é de grande importância à economia brasileira, sobretudo na geração de emprego e renda”. Sua visão não é a do governo. O CODEFAT previu em seu orçamento para 2019 gastar R$ 61,1 bilhões com o pagamento do seguro-desemprego e do abono salarial. No projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) foi podado R$ 1,2 bilhão, entre outros cortes.

CLT
Seguro-Justiça

Para se resguardar de futuras ações na Justiça, algumas grandes empresas estão propondo aos sindicatos a colocação de um valor fixo no contrato de trabalho, destinado ao pagamento de futuras diferenças, fora as tradicionais previstas em lei. Em contrapartida, o empregado tem de se comprometer de que não vai recorrer aos tribunais pleiteando vantagens extras.

Brasil
Jogo aberto

Com a quase certeza de que haverá segundo turno na disputa para o Planalto, Michel Temer orientou seus ministros a receberem pessoas credenciadas pelos candidatos, em qualquer órgão federal, onde terão acesso às informações estratégicas. Na visão do presidente, isso pode tranquilizar o mercado. Temer busca evitar que uma derrocada na transição e no início do novo governo lhe sejam debitadas. Aliás, a tentativa que faz de ressuscitar a reforma da Previdência Social é isso: apenas tentativa, para se manter na mídia.

Petróleo
Quer crescer

Animada porque o TCU aprovou a primeira etapa da quinta rodada de licitações de blocos de petróleo e gás natural em áreas do pré-sal, sob regime de partilha, a Galp de Portugal aumentará os investimentos no País, onde já é a terceira maior produtora. Há pouco entrou na exploração da área C-M-B-S-8 na Bacia de Campos (20% do negócio) e no Bloco Uirapuru, na Bacia de Santos (14%). Sua produção no Brasil é de 100 milhões de barris.

Balança comercial
Barreira no gesso

TommL

O Comitê Executivo do Comércio Exterior (Gecex) sobretaxou na terça-feira 25 as importações de drywall vindas do México. Dependendo do fabricante foi aplicado um valor mínimo na tonelada do produto, que oscila entre US$ 57,32 a US$ 117,42. Com isso, foi encerrada uma investigação por dumping que corria contra os fabricantes mexicanos.

Agricultura
Com fé, dá pé

Divulgação

Presidente da Associação dos Pequenos Agricultores do Machado, Marcos de Jesus, de Acajutiba (BA) pediu audiência a Blairo Maggi e ficou surpreso ao saber que seria recebido na quarta-feira 26, em Brasília. Descréditos, o prefeito e vereadores da cidade não quiseram acompanhá-lo. No gabinete, ao lado do presidente da Conab, Francisco Rodrigues, e do diretor da Embrapa, Cleber Soares, ganhou uma casa de farinha para a comunidade, kits de irrigação e a garantia de apoio para o melhoramento genético da mandioca.

Esportes
Feito inédito

Saadetalkan

Com 96 times, o 11º mundial de bridge terminou na semana passada, em Orlando (EUA). Disputado a cada quatro anos, o Brasil não levou o título, mas entrou para a história do esporte ao aplicar 88×2 na Alemanha. De uma vez por todas está vingada a goleada por 7×1.

 


Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.