POLÍTICA

Tomei decisão de deixar o cargo sem consultar Temer, diz Jucá


O ministro do Planejamento, Romero Jucá, que anunciou seu afastamento do cargo hoje, afirmou nesta segunda-feira, 23, que voltará ao Senado amanhã se o presidente em exercício, Michel Temer, permitir. Jucá disse ainda que tomou a decisão de se licenciar sem consultar o presidente e frisou que estava indo conversar com Temer para decidir o melhor caminho.

“Tomei a decisão de deixar o cargo sem consultar Temer, vou falar com ele agora”, afirmou ao deixar a reunião do colegiado da Comissão Mista de Orçamento (CMO), antes de falar que irá ao Ministério Público questionar se sua fala com Sérgio Machado é “algum crime”. “Entendo que não há crime em tudo que eu fiz”, disse.

Jucá disse ainda que espera que a comissão vote ainda hoje a alteração da meta fiscal que permite um rombo de R$ 170,5 bilhões nas contas do governo ao final desse ano, mas caso o colegiado não vote hoje, o Congresso votará a matéria amanhã. “Se não votarem meta fiscal até 11 horas de amanhã, ela vai direto ao Plenário”, disse.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais