ISTOÉ Gente

Tom Veiga, o Louro José, é sepultado em São Paulo

Crédito: Reprodução Instagram

Na tarde desta quarta-feira (04), o corpo de Tom Veiga, intérprete do Louro José, do programa ‘Mais Você’, da TV Globo, foi sepultado no cemitério do Horto, na Zona Norte de São Paulo.

Segundo informações do ‘Jornal Hoje’, o velório e enterro foi rápido e reservado apenas para familiares e amigos  próximos. Ana Maria Braga esteve presente para se despedir do amigo de longa data.

Com cartazes contendo mensagens de carinho, fãs e admiradores homenagearam o ator na porta do cemitério paulistano.

 Tom Veiga, de 47 anos, foi encontrado morto em sua casa, na Barra da Tijuca, no último domingo (01). De acordo com o Instituto Médico Legal, ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico por causa de um aneurisma.

A parceria de Tom com a apresentadora Ana Maria Braga vem desde de 1990, quando a loira comandava o ‘Note e Anote’, na Record TV. Ela o convidou para trabalhar no programa ao conhecê-lo em uma feira de artesanato. Desde então, ele foi ganhando espaço e se tornou o famoso Louro José.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel