Geral

TO: Justiça Eleitoral declara inelegibilidade do governador afastado Mauro Carlesse

Crédito: Esequias Araújo/Governo do Tocantins

Mauro Carlesse, Josi Nunes e Gleidson Nato (Crédito: Esequias Araújo/Governo do Tocantins)


O juiz da 2ª Zona Eleitoral, Nilson Afonso, declarou inelegíveis pelo prazo de oito anos o governador afastado de Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), a prefeita do município de Gurupi, Josi Nunes (PSL), e o vice-prefeito, Gleydson Nato (PDT). Segundo a sentença, Carlesse teria usado recursos públicos para beneficiar Josi nas eleições de 2020. As informações são do G1.

De acordo com o juiz, as condutas ilícitas que teriam sido praticadas são: abuso de poder político por meio da utilização de bens e servidores públicos, uso de veículos oficiais, pagamentos de sites de notícias e distribuição de cestas básicas sem critérios objetivos durante o ano eleitoral.

A decisão foi baseada na notícia-crime apresentada por Gutierrez Torquato (PSB) e Eduardo Fortes (PSDB), candidatos a prefeito e vice derrotados em Gurupi.

A prefeita e o vice disseram, por meio de nota, que estão tranquilos. O governo afastado afirmou que respeita o trabalho da Justiça, mas que a decisão tomada gera insegurança.

O advogado que representa os políticos no processo informou que vai recorrer da sentença.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua