Brasil

TJ-SP determina que Bradesco indenize cliente por discriminação racial

TJ-SP determina que Bradesco indenize cliente por discriminação racial

Após decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Vanderlei Natalino Victorino será indenizado no valor de R$ 52.250. Ele foi impedido de entrar em uma agência do Bradesco em Jundiaí, no interior paulista, sem nenhum motivo aparente.

Conforme decisão do TJ, Vanderlei não conseguiu acessar o interior da agência mesmo após tirar todos os seus pertences e deixá-los em local adequado.

Enquanto Victorino, que era correntista do banco, aguardava a resolução do problema, outras pessoas brancas entravam na agência sem passar pelo mesmo processo, inclusive com objetos não permitidos no interior de uma agência.

Vanderlei só conseguiu acessar o interior da unidade após passar por revista pessoal. O banco se pronunciou e não negou as alegações feitas pelo cliente.

“Nenhum outro usuário, mesmo desrespeitando as normas de segurança, fora submetido à situação vexatória pela qual passara o autor, a silenciosa e condescendente situação do racismo estrutural que, enquanto sociedade, reproduzimos e repetimos, infelizmente, que não o fazemos”, disse o juiz Marco Aurélio Stradiotto de Moraes Ribeiro Sampaio em sua decisão.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Veja também

+ Luísa Sonza abre jogo sobre comentários machistas que recebe na internet

+ Marcos sai em defesa de Marcelinho e questiona Casagrande: ‘Que democracia é essa?’

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Simaria posa com vestido sensual e arranca suspiros

+ Namorada de Marco Verratti exibe fotos sensuais

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?