Esportes

Tite elogia Japão, mas revela que gostaria de enfrentar a Inglaterra

O técnico Tite afirmou nesta quarta-feira que o objetivo da seleção brasileira era disputar amistosos contra as seleções melhor ranqueadas na Fifa, mas não conseguiu por incompatibilidade de agendas. No lugar do Japão, por exemplo, devia estar a boa seleção da Inglaterra. Também lamentou não encarar outras potências europeias.

“A gente lutou para fazer o jogo contra o vice-campeão europeu. Vai ter o jogo entre Argentina e Itália (campeã europeia) e nós procurávamos enfrentar a Inglaterra (vice), mas não foi possível. Nós buscamos todas as alternativas, gostaríamos que fosse Inglaterra, Itália, Bélgica, Holanda, Alemanha, Espanha… Mas não dá, no mundo real não dá”, lamentou.

Apesar de preferir outro adversário, Tite elogiou a seleção japonesa: “Vamos ter um adversário dentro do campo extremamente difícil, que já encaramos outras vezes e que é nossa realidade em um nível técnico elevado”, afirmou.

Os atletas brasileiros vão se apresentar à seleção brasileira para os amistosos no dia 26 de maio. Aqueles que jogam no Liverpool e no Real Madrid, equipes que disputam a final da Liga dos Campeões no dia 28, se integram à seleção somente no dia 31. Antes de entrar em campo contra o Japão, no dia 6 de junho, em Tóquio, a seleção brasileira encara a Coreia do Sul, em Seul, no dia 2.

Tite afirmou que, se puder mesmo convocar 26 atletas para a Copa, não deve incluir um quarto goleiro. “A tendência é que esses três a mais sejam jogadores de outros setores, preferencialmente no processo criativo e ofensivo”, contou.