Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Neymar deve disputar sua terceira Copa do Mundo em novembro deste ano no Catar. Com perfil diferente, o camisa 10 da Seleção Brasileira é visto como um líder pelo técnico da equipe, Tite. Em entrevista ao podcas “Podpah’, nesta segunda-feira (20), o treinador revelou como tem sido seu convívio com o jogador do PSG.

+ Como cada signo encara a crise?
+ Os 5 signos mais assumidamente loucos do zodíaco
+ Revolução dentária: novo remédio pode regenerar dentes perdidos

“Eu tenho na relação com o Neymar uma relação muito transparente, muito clean, muito de boa ao longo desse tempo todo. E me faço valer uma situação que o César Sampaio [auxiliar da seleção] quando foi integrado à comissão técnica, que veio com uma expectativa e depois colocou: ‘pô, é muito fácil, é muito tranquilo trabalhar com o Neymar’. A premissa é do Neymar e de qualquer outra pessoa: quando há respeito, há reciprocidade. Pode ter elogio ou crítica, mas se colocados de forma educada existe reciprocidade”, avaliou Tite.

Questionado sobre o status de Neymar no elenco, Tite foi taxativo ao colocar o jogador, de 30 anos, como protagonista, inclusive perante aos outros jogadores.

“Ele hoje é um líder, absolutamente, sim. Inclusive para dividir protagonismo com jogadores que têm essa mesma característica, o um contra um, o drible, a finta, o lance pessoal, a caneta, a carretilha, onde é da intuição e do talento, como Vini Jr, Raphinha, Rodrygo, Antony.”