Geral

Tios disputam guarda de trigêmeos que perderam mãe, avó e tia para Covid

Crédito: Reprodução/ Facebook

Os trigêmeos que perderam a mãe, Ana Paula Faria, no dia 15 de março, uma tia e a avó para a Covid-19, em Parisi (SP), agora vivem o drama de uma disputa pela sua guarda. A tia paterna das crianças, que hoje estão com seis anos, Simone Santos Ferreira, entrou na justiça pela guarda delas, que até o momento estão com o tio materno, Douglas Junior Faria. As informações são do UOL.

“Desde o início ninguém quis abrir mão, mas a gente não ia brigar. Ficou tudo combinado de eu pegar no fim de semana, mas ele não deixava por conta de entrevista”, disse Simone ao UOL. “Eu fui presente na vida deles desde pequenos. Eles moravam na esquina de casa”, diz.

A tia contou que não gosta de ver os sobrinhos expostos em tantas entrevistas que o tio tem marcado. “Uma das crianças me falou que estava chateado porque teve de acordar cedo para dar entrevista”, contou Simone.

Os trigêmeos ganharam recentemente uma bolsa integral até o fim do Ensino Médio em uma escola particular de Votuporanga (SP), local onde moram com o tio. Além disso, Douglas iniciou uma vaquinha online para ajudar na criação dos sobrinhos, com o objetivo de arrecadar R$ 90 mil, mas antes de encerrar o prazo, ela já arrecadou R$ 236 mil.

“Não tem a ver com a doação. Se eu ganhar [a guarda] eles vão continuar na escola, mesmo sendo em outra cidade”, diz Simone, que afirma que a mãe das crianças queria que elas ficassem com ela. “Eu ia ficar com as crianças quando elas saíssem do isolamento. Inclusive a Ana Paula me ligou e pediu para eu ficar com as crianças”, diz.


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Ao UOL, Douglas também contou sua versão da história, em que diz que procurou Simone e que ela havia concordado que as crianças ficariam com ele.

“Eu decidi ficar com os trigêmeos porque meu pai me procurou para saber o que seria das crianças, sem pai e sem mãe”, conta. As crianças já haviam perdido o pai no ano passado em um acidente de carro.

“Eu disse a ela que ficaria com os meninos e ela concordou”, diz Douglas, que explica que, após a repercussão do caso, Simone o procurou. “Ela disse que iria brigar pela guarda dos bebês porque ouviu uma voz dizendo para ela fazer isso e a voz era do irmão dela”.

Ainda de acordo com o UOL, o caso foi parar na Justiça e ainda está no início do processo. Douglas afirmas que Simone solicitou o bloqueio da vaquinha.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS