Televisão

Tino Marcos tira licença da Globo e voltará a emissora só em 2020

Crédito: Reprodução/Instagram

O repórter Tino Marcos seguiu o mesmo caminho de Marcos Uchôa, companheiro de Globo, e tirou licença não remunerada da emissora. O pedido foi feito após o fim da Copa América, onde participou da cobertura. A licença não remunerada será de seis meses, e ele voltará em janeiro de 2020.

O objetivo de Tino nesse período é descansar. Essa não foi a primeira vez que o repórter fez esse pedido. Em 2015, ele chegou a tirar um ano sabático para se dedicar à família e aos estudos.

De acordo com informações obtidas pelo UOL, o clima na Globo não é dos melhores. Repórteres com mais tempo de casa estão insatisfeitos com decisões tomadas pela direção, como redução de salário e a saída de outros profissionais, como Mauro Naves.